Passe Digital

Artigos publicados
Mercado de infoprodutos

Presos tem aula de capoeira incentivados pelo presídio da Bahia

Publicado em 22 de Abril de 2019 às 22h

A capoeira e a música têm mudado a realidade de 40 internos do Conjunto Penal de Lauro de Freitas (CPLF), na Região Metropolitana de Salvador (RMS). As atividades foram idealizadas pela equipe de Pedagogia e Psicologia da unidade, com objetivo de criar oportunidades de cultura e lazer como ferramentas de ressocialização, diminuindo o tempo ocioso e melhorando o comportamento dos detentos.

“São atividades que desenvolvem a relação dos internos com nossos funcionários da área psicossocial, ajudando no processo de recuperação e criando possibilidades de mudança de vida para quando concluírem suas penas. Alguns que hoje estão aqui privados de liberdade foram, em outro momento, mestres de capoeira, músicos e tantas outras coisas, e a gente tenta aproveitar esses conhecimentos para que eles possam ser agentes multiplicadores e passar o que sabem adiante”, afirma o diretor do CPLF, Arquimedes Benício.

Para a psicóloga Carolina Moitinho, a aproximação com a cultura, esporte e lazer são estratégias poderosas no processo de ressocialização. “São formas de entender melhor o processo de cada um e de buscar a identidade que eles perdem depois do encarceramento. Além disso, ajudam bastante no alívio da ansiedade e depressão e auxiliam no desenvolvimento de objetivos de vida”, explica. 

Entre os detentos, A.B. espera poder trabalhar com a capoeira quando estiver em liberdade. “Aqui dentro, a capoeira é uma forma de manter a mente ativa e o corpo saudável, mas quero manter o foco nisso e, quando eu cumprir o meu tempo aqui, poder fazer uma renda como instrutor e dar um novo inicio em minha história”.

A iniciativa integra o conjunto de ações que a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap) desenvolve com o entendimento de que a custódia penitenciária é um processo dinâmico, formado por pessoas que estão cumprindo penas que lhes foram atribuídas, mas não isenta o Estado de garantir seus direitos. 

O Passe Digital é um site colaborativo de artigos, e seu conteúdo é de responsabilidade de seus autores. O site Passe Digital não compactua com qualquer prática ilícita, ou com a publicação de conteúdo que viole direitos autorais. Havendo qualquer denúncia acerca dessa postagem, por favor nos informe clicando aqui.

Veja também

Outros assuntos

Fale conoscoComo colaborarQuem somosVersão desktop
Passe Digital
um produto da LinkWS
desde 2016