Passe Digital

Artigos publicados
Mercado de infoprodutos

DESCUBRA O QUE O COMPRIMENTO DOS DEDOS DAS MÃOS PODE REVELAR SOBRE OS HOMENS

Publicado em 1 de Março de 2019 às 10h

É bastante popular aquela velha lenda de que rapazes com pés grandes têm... bem, você já deve ter ouvido esse mito antes, não é mesmo? Pois, segundo Tanya Lewis, do site Live Science, embora essa suposta conexão entre pés e pênis tenha sido desmentida pela ciência, alguns estudos apontaram que parece existir ligação entre o comprimento dos dedos das mãos e algumas características presentes nos homens.

Mais precisamente, diversas pesquisas revelaram que existem curiosas relações em homens cujos dedos anelares são mais longos do que os indicadores — característica comum em bebês do sexo masculino que sofrem uma maior exposição à testosterona durante a gestação. Então, meninos, deem uma boa olhada nas próprias mãos e confiram o que os estudos apontaram:

1 – Indicador curto = carinha bonita

Conforme explicamos anteriormente, a presença de indicadores mais curtos do que anelares está relacionada com uma maior exposição à testosterona ainda no útero das mães. Pois, segundo um estudo, a quantidade desse hormônio à qual um bebê é exposto antes do nascimento pode afetar o desenvolvimento de seu rosto, tornando-o mais masculino e, consequentemente, mais atraente para o público feminino.

2 – Bom comportamento

De acordo com Tanya, uma pesquisa apontou que, por alguma razão, rapazes com dedos indicadores mais curtos do que os anelares tendem a tratar as mulheres melhor do que os que não apresentam essa mesma característica. Durante o estudo — que envolveu a participação de 78 homens e 77 mulheres —, os participantes responderam a questionários após interagir socialmente uns com os outros.

A análise das respostas revelou que os homens com uma maior diferença entre os tamanhos dos dedos — ou seja, quanto maiores eram seus anelares com respeito aos indicadores — foram os que apresentaram melhor comportamento com relação às mulheres.

3 – Boas notas

Em 2007, um estudo revelou que crianças em idade escolar com dedos indicadores mais curtos do que os anelares apresentavam melhor desempenho escolar do que a média, especialmente quando o assunto era lidar com números.

A pesquisa foi conduzida com crianças de ambos os sexos e, curiosamente, também apontou que quanto maior era essa diferença na proporção entre os dedos, melhor era o desempenho em disciplinas focadas nas ciências humanas (em vez das exatas) — mas essa peculiaridade só foi observada entre as meninas.

4 – Risco para a saúde

Segundo Tanya, um estudo realizado ao longo de 15 anos apontou que homens com dedos anelares mais longos do que os indicadores parecem ser mais propensos a devolver câncer de próstata do que os demais.

Durante a pesquisa, os cientistas avaliaram a relação entre o comprimento desses dois dedos de 1,5 mil indivíduos doentes e de 3 mil saudáveis, descobrindo que os participantes com indicadores de tamanhos semelhantes ou mais longos do que os anelares apresentavam um risco 33% menor de desenvolver a doença.

5 – Tamanho é documento

Outra descoberta interessante relacionada com essa característica é a de que os homens com dedos indicadores mais curtos do que os anelares também costumam ter pênis mais longos do que os rapazes que não apresentam essa mesma relação. Neste caso, o estudo, realizado em 2011, envolveu a participação de 144 voluntários que tiveram seus dedos e membros medidos — flácidos e esticados — enquanto se encontravam sob o efeito de anestesia.

 

O Passe Digital é um site colaborativo de artigos, e seu conteúdo é de responsabilidade de seus autores. O site Passe Digital não compactua com qualquer prática ilícita, ou com a publicação de conteúdo que viole direitos autorais. Havendo qualquer denúncia acerca dessa postagem, por favor nos informe clicando aqui.

Veja também

Outros assuntos

Fale conoscoComo colaborarQuem somosVersão desktop
Passe Digital
um produto da LinkWS
desde 2016