Passe Digital

Artigos publicados
Mercado de infoprodutos

Google investiga problema na tela do Pixel 2 e do Pixel 2 XL

Publicado em 24 de Outubro de 2017 às 17h

Google prometeu investigar mais a fundo os problemas relatados pelos proprietários dos novos supercelulares Pixel 2 e Pixel 2 XL. As primeiras reclamações a respeito da má qualidade do display surgiram há algumas semanas. No entanto, no último domingo (22), um problema de burn-in – que exibe imagens "fantasmas" – jogou ainda mais luz sobre o tema.

A empresa confirmou ao site The Verge que está atenta às reclamações sobre o aparelho, porém não apresentou ainda uma solução prática para corrigir o defeito. Os Pixel 2 e Pixel 2 XL foram lançados no dia 4 de outubro com preço a partir de US$ 649, em torno de R$ 2.049 em conversão direta. O Google ainda não confirmou a venda dos smartphones no Brasil.

Problema apontado como burn-in pode ser erro de software. Na foto, repare que h? um registro dos bot?es virtuais do Android na tela do celular (Foto: Twitter)

Problema apontado como burn-in pode ser erro de software. Na foto, repare que h? um registro dos bot?es virtuais do Android na tela do celular (Foto: Twitter)

Problema apontado como burn-in pode ser erro de software. Na foto, repare que há um registro dos botões virtuais do Android na tela do celular (Foto: Twitter)

Pagar com Google: Android ganha forma rápida de finalizar compras online

O problema de burn-in aconteceu com o Pixel 2 XL e foi relatado pelo usuário Alex Dobie, via Twitter. Segundo Dobie, em cerca de sete dias de uso, o aparelho começou a apresentar o defeito. O que chama a atenção é a proporção em que a falha tomou no display, ganhando quase metade da tela.

É mais comum que problemas de burn-in aconteçam em menor proporção. Basicamente, ocorre a queima do ponto emissor de luz, impedindo que ele reproduza corretamente a imagem. O resultado são registros "fantasmas" na tela do celular. Telas OLED costumam apresentar este tipo de problema com o tempo. A surpresa está na rapidez: os smartphones Pixel 2 foram anunciados há menos de três semanas.

Porém, ainda não está confirmado que seja efetivamente burn-in. Há a possibilidade de ser algum problema ligado ao software. Neste caso, bastaria apenas uma atualização para a correção. Por isso, é preciso esperar uma posição oficial do Google.

Tela do Pixel 2 e Pixel 2 XL tem apresentado defeito para alguns usu?rios (Foto: Divulga??o/Google)

Tela do Pixel 2 e Pixel 2 XL tem apresentado defeito para alguns usu?rios (Foto: Divulga??o/Google)

Tela do Pixel 2 e Pixel 2 XL tem apresentado defeito para alguns usuários (Foto: Divulgação/Google)

A qualidade das imagens na tela tem sido apontada como o grande gargalo dos aparelhos. Alguns usuários relatam que as cores são desbalanceadas e é possível notar granulados com facilidade.

O Pixel 2 traz tela de 5 polegadas com resolução Full HD (1920 x 1080 pixels), enquanto o Pixel 2 XL possui display de 6 polegadas e resolução Quad HD (2880 x 1440 pixels). Os modelos saem de fábrica com o Android 8 Oreo, processador octa-core de até 2,35 GHz (Snapdragon 835), memória RAM de 4 GB e câmera principal de 12,2 MP.

 

Problemas com envio

 

O Google tem adiado o prazo de envio para a versão branca com 64 GB do Pixel 2. Atualmente, o modelo não é mais encontrado para venda na loja oficial. A previsão vai afetar quem adquiriu o celular pouco depois do lançamento. O envio estava previsto para agora, no final de outubro, mas só deve chegar em novembro.

Para compensar o atraso, o Google vai enviar de graça uma Live Case. A capinha custa US$ 40, cerca de R$ 130 em conversão direta.

O Passe Digital é um site colaborativo de artigos, e seu conteúdo é de responsabilidade de seus autores. O site Passe Digital não compactua com qualquer prática ilícita, ou com a publicação de conteúdo que viole direitos autorais. Havendo qualquer denúncia acerca dessa postagem, por favor nos informe clicando aqui.

Veja também

Outros assuntos

Fale conoscoComo colaborarQuem somosVersão desktop
Passe Digital
um produto da LinkWS
desde 2016