Passe Digital

Artigos publicados
Mercado de infoprodutos

Onde surgiram os primeiros mapas

Publicado em 24 de Dezembro de 2018 às 13h

O pogresso alcançado pela civilização contribuiu significativamente para o desenvolvimento da cartografia, um processo que se iniciou em épocas remotas e que continua até os dias atuais. Além da praticidade de representar os itinerários percorridos pelas populações nômades da Antiguidade, os mapas também representavam o poder exercido por determinados grupos sobre o território e sobre as populações que nele habitavam.

O mapa mais antigo encontrado até o momento é o de Gau-Sur, que representa um rio, provavelmente o Eufrates, e seu entorno. Foi confeccionado em uma placa de argila cozida, e os especialistas acreditam que ele tenha sido criado há cerca de 2500 anos a.C. pelos babilônicos, que habitavam o território onde se localiza o atual iraque.

Alguns mapas rudimentares foram encontrados com desenhos rupestres, em cavernas. Um dos mais importantes é o de Bedolina, cidade localizada no norte da Itália, no Vale do Rio Pó. Esse mapa representa, detalhadamente, uma organização social rural que se desenvolveu nessa região há cerca de 2400 anos a.C.

Ao longo da história humana, o desenvolvimento do comercio evidenciou a necessidade de se conhecer e registrar rotas, caminhos, além de identificar lugares e portos, entre outros. Com isso, foram estimuladas as viagens de exploração, fazendo com que os navegadores partissem para conquistar novas terras e as riquezas nelas existentes, ampliando consequentemente o conhecimento geográfico. Com base nesse fato, a sociedade percebeu a necessidade de se localizar, de forma mais precisa, sobre a superfície da terra, ou seja, nos continentes e oceanos.

A busca por resposta deu origem á Cartografia como ciência, isto é, á representação gráfica da superfície do planeta de forma mais exata e abrangente.

Os primeiros fundamentos da Cartografia como ciência foram estabelecimentos na Grècia Antiga por meio dos estudos de cosmógrafo, astrônomos e matemáticos (Hiparco, Erastótenes, Ptolomeu), que procuraram, empregando métodos cientifícos, representar a Terra em um plano. Aos grecos são atribuidos os conhecimentos sobre a esfericidade da terra, os polos, o equador, os trópicos, as primeiras medidas géométricas, a idealização das primeiras projeções e as noções de latitude e longitude.

Diferentemente dos grecos, os romanos utilizavam as representações cartográficas com o objetivo de registrar, de forma mais prática, as rotas que percorriam com fins militares, comerciais e adiministrativos.

Com a utilização da bússola, anda no século XV, a navegação em mar aberto intensificou-se. Com isso, ampliou-se o comércio, o que favoreceu o período das Grandes Navegações. A invenção da imprensa facilitou a imprenssão de mapas , contribuindo para que houvesse, na época, uma grande produção cartogáfica.

Durante o século XIX, a expansão da indústria e a busca por novos mercados obrigaram as potências a efetuarem um sistématicos levantamento costeiro e de suas fronteiras, em virtude das necessidades cada vez mais crescente da navegação. Pode-se dizer que, nesse momento histórico, a Cartografia e a Geografia passaram a representar um conhecimento geopolítico, relacionado ao poder territorial e á soberania nacional.

O século XX foi marcado por grandes avanço na ciência cartográfica, principalmente com o desenvolvimento e a utilização de fotografias aéreas (aerofotogrametria) e a utilização de aparelhos eletrônicos em substituição aos manuais. No final do século XX e no inicio do século XXI, a tecnologia dos satélites, aliada á ciência da computação, proporcionou uma precisão sem precendentes aos produtos cartográficos.

O Passe Digital é um site colaborativo de artigos, e seu conteúdo é de responsabilidade de seus autores. O site Passe Digital não compactua com qualquer prática ilícita, ou com a publicação de conteúdo que viole direitos autorais. Havendo qualquer denúncia acerca dessa postagem, por favor nos informe clicando aqui.

Veja também

Outros assuntos

Fale conoscoComo colaborarQuem somosVersão desktop
Passe Digital
um produto da LinkWS
desde 2016