• Home  
  •   
  • Sa?de e beleza  
  •   
  • Gengibre e moringa: Porque e como usá-los juntos? Veja os benefícios  

Gengibre e moringa: Porque e como usá-los juntos? Veja os benefícios

Publicado em 13 de Março de 2019 às 09h

Gengibre e moringa são dois remédios naturais usados ​​desde os tempos antigos para combater distúrbios de diferentes tipos. Se estes dois ingredientes forem utilizados em conjunto, podem garantir um efeito mais rápido e eficaz. Em seguida, propomos uma receita de chá de gengibre e moringa.
Sabemos que o gengibre é um tempero com propriedades anti-inflamatórias, digestivas, antioxidantes e antitumorais (apenas para mencionar alguns de seus benefícios mais conhecidos).

 

Já a moringa é conhecida como a árvore da vida e é também uma parte integrante da medicina tradicional indiana (Ayurveda). Ela ajuda a reduzir a inflamação no corpo, protege contra o câncer, reduz o colesterol e a pressão e alivia dores de cabeça.

Também é ativa contra úlceras gástricas, protege o fígado e pode ser usado no tratamento da anemia devido ao seu teor de ferro e vitamina C.

A exploração substancial das virtudes desses dois remédios ao mesmo tempo, pode ser útil nos casos de:

Artrite: A moringa tem propriedades anti-inflamatórias que podem aliviar os sintomas desta doença. Também é rica em vitaminas e minerais, incluindo ferro, cobre, magnésio e potássio. O gengibre também é anti-inflamatório, juntos eles revelam um potencial remédio natural contra a artrite.
Colesterol alto: A moringa demonstrou ser bem sucedida na redução dos níveis de colesterol. O gengibre, por outro lado, ajuda a reduzir a inflamação e é benéfico para o coração, agindo também sobre a quantidade de gordura no sangue.
Dor de cabeça: A moringa tem sido usada desde os tempos antigos como um analgésico natural. É útil no tratamento de enxaquecas e dores de cabeça crônicas. O gengibre também ajuda a aliviar os sintomas da enxaqueca e consegue eliminar a náusea associada.

Hipertensão: A moringa contém componentes como tiocarbamato e isotiocianato. Estes ajudam a diminuir a pressão arterial em pacientes que têm este valor muito alto. A união com o gengibre permite reduzir a pressão arterial, pois é um agente anti-inflamatório.
Úlcera: A moringa tem propriedades anti-úlceras e ajuda a tratar problemas estomacais, mas também problemas intestinais. O gengibre também é conhecido por sua capacidade de aliviar a azia e prevenir enjoos.

Fígado saudável: Doenças do fígado podem ser mantidas sob controle com a ajuda de folhas de moringa. O gengibre, por outro lado, contém antioxidantes e ajuda a reduzir os triglicerídeos, ajudando a prevenir o fígado gorduroso.

Anemia: Uma vez que é um verdadeiro tesouro de nutrientes, a moringa ajuda a tratar a anemia, pois contém grandes quantidades de importantes minerais, vitaminas, proteínas e melhora significativamente a consistência do sangue.
Prevenção do câncer: Vários estudos sugerem que a moringa pode reduzir as células cancerígenas porque contém isotiocianato de benzila. Compostos vegetais de gengibre também fornecem efeitos protetores contra tecidos saudáveis.
Se você quiser experimentar o efeito combinado de moringa e gengibre, você pode preparar uma infusão com base nesses remédios.

Veja como preparar o chá:

Como preparar a infusão de moringa e gengibre
 

Ingredientes:

  • 85 g de gengibre fresco;
  • 10 folhas frescas de moringa (1 colher de chá ou duas de pó);
  • 4 xícaras de água;
  • Uma colher de chá de mel (opcional).

Preparação:

Primeiro você tem que lavar bem a raiz de gengibre e cortá-la em fatias. Em seguida, coloque-o junto com água em uma panela e deixe ferver por cerca de 10 minutos.

Desligue o fogo e adicione as folhas de moringa. Deixe seu chá de ervas descansar por 5 minutos, depois coe e beba. Se você tiver o pó de moringa disponível, você pode simplesmente dissolvê-lo em chá de gengibre.

Este remédio pode ser tomado de manhã ou a noite, limitando-se à quantidade de apenas uma xícara por vez.

Consulte um médico


Principalmente se você estiver fazendo uso contínuo de algum medicamento, é necessário consultar um médico e nunca se automedicar, nem mesmo com remédios caseiros.

Além de poder ocorrer alguma interação medicamentosa com o que estiver tomando, existem contraindicações que precisam ser consideradas para cada caso em particular.

O Passe Digital é um site colaborativo de artigos, e seu conteúdo é de responsabilidade de seus autores. O site Passe Digital não compactua com qualquer prática ilícita, ou com a publicação de conteúdo que viole direitos autorais. Havendo qualquer denúncia acerca dessa postagem, por favor nos informe clicando aqui.
A seguir várias soluções para seu negócio:
E-mail marketingValidação de e-mailsValidação de telefonesAtendimento via WhatsappDivulgação de produtosAnti-SPAMVárias ferramentas de marketing
Fale conoscoComo colaborarQuem somosVersão mobile
Passe Digital - um produto da LinkWS - desde 2016