• Home  
  •   
  • Política  
  •   
  • Haddad chega a 15%, com apoio de Lula, e divide liderança com Bolsonaro no limite da margem de erro, mostra XP/Ipespe  

Haddad chega a 15%, com apoio de Lula, e divide liderança com Bolsonaro no limite da margem de erro, mostra XP/Ipespe

Publicado em 17 de Agosto de 2018 às 15h

Os candidatos à presidência do Brasil Jair Bolsonaro, Geraldo Alckmin, Fernando Haddad, Marina Silva e Ciro Gomes (Dida Sampaio/Agência Estado - José Cruz/Agência Brasil - Rodolfo Buhrer/Reuters - Nelson Almeida/AFP)

Sem a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) mantém a liderança na pesquisa do Ipespe (Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas) contratada pela XP Investimentos. O presidenciável do PSL oscila entre 21% e 23% em dois cenários simulados pelo levantamento.

A diferença na abordagem está na forma de apresentação do ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, provável substituto de Lula nas eleições caso o líder petista seja impedido e concorrer. Quando o nome de Haddad é citado sozinho, ele saiu de 3% para 7% em relação ao levantamento anterior. Apesar do crescimento, ele segue atrás de Ciro Gomes (8%), Geraldo Alckmin (9%) e Marina Silva (11%).

Já quando Haddad é apresentado como “apoiado por Lula”, ele chega a 15% das intenções de voto e assume a vice-liderança. Neste cenário, Marina e Alckmin estão empatados com 9% e Ciro Gomes soma 7% da preferência do eleitor. Nos duas abordagens com o nome do ex-prefeito de São Paulo, “ninguém/branco/nulo” representam 24% das opiniões dos entrevistados.

No cenário que considera Lula como candidato do PT, o ex-presidente lidera com 31%. Bolsonaro vem em seguida com 20% e a quantidade de pessoas que responderam “ninguém/branco/nulo” cai para 13%. Na concorrência com o ex-presidente, Alckmin tem 9%, Marina 8% e Ciro Gomes, 7%.

A pesquisa ouviu mil pessoas por telefone entre os dias 13 e 15 de agosto e tem margem de erro de 3,2 pontos percentuais, para mais ou para menos. A taxa de confiança é de 95,5%. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-02075/2018.

Cenário 1 – com Lula
Lula (PT) – 31%
Jair Bolsonaro (PSL) – 20%
Geraldo Alckmin  (PSDB) – 9%
Marina Silva (Rede) – 8%
Ciro Gomes (PDT) – 7%
Alvaro Dias (Podemos) – 5%
João Amoêdo (Novo) – 1%
Henrique Meirelles (MDB) – 1%
Cabo Daciolo (Patriota) – 1%
Vera Lúcia (PSTU) – 1%
João Goulart Filho (PPL) – 0%
José Maria Eymael (DC) – 0%
Guilherme Boulos (Psol) – 0%
Ninguém/brancos/nulos – 13%
Não sabe – 3%
Não respondeu – 0%

Cenário 2 – com Haddad
Jair Bolsonaro (PSL) – 23%
Marina Silva (Rede) – 11%
Geraldo Alckmin  (PSDB) – 9%
Ciro Gomes (PDT) – 8%
Fernando Haddad (PT) – 7%
Alvaro Dias (Podemos) – 5%
Henrique Meirelles (MDB) – 2%
João Amoêdo (Novo) – 1%
Cabo Daciolo (Patriota) – 1%
Guilherme Boulos (Psol) – 1%
Vera Lúcia (PSTU) – 1%
João Goulart Filho (PPL) – 0%
José Maria Eymael (DC) – 0%
Ninguém/brancos/nulos – 24%
Não sabe – 6%
Não respondeu – 1%

Cenário 3 – com Haddad apoiado por Lula
Jair Bolsonaro (PSL) – 21%
Fernando Haddad apoiado por Lula (PT) – 15%
Geraldo Alckmin  (PSDB) – 9%
Marina Silva (Rede) – 9%
Ciro Gomes (PDT) – 7%
Alvaro Dias (Podemos) – 6%
Henrique Meirelles (MDB) – 2%
João Amoêdo (Novo) – 1%
Vera Lúcia (PSTU) – 1%
Cabo Daciolo (Patriota) – 1%
Guilherme Boulos (Psol) – 1%
João Goulart Filho (PPL) – 0%
José Maria Eymael (DC) – 0%
Ninguém/brancos/nulos – 24%
Não sabe – 3%
Não respondeu – 1%

 

O Passe Digital é um site colaborativo de artigos, e seu conteúdo é de responsabilidade de seus autores. O site Passe Digital não compactua com qualquer prática ilícita, ou com a publicação de conteúdo que viole direitos autorais. Havendo qualquer denúncia acerca dessa postagem, por favor nos informe clicando aqui.
Fale conoscoComo colaborarQuem somosVersão mobile
Passe Digital - um produto da LinkWS - desde 2016