O poderoso OLEO DE RICINO

Publicado em 24 de Abril de 2019 às 16h

     

 

O óleo de rícino pode ser um poderoso aliado de sua pele, seus cabelos e até de seu intestino! Extraído da mamona, o óleo tem se popularizado cada vez mais graças a todos os benefícios que ele pode oferecer. Mas é preciso usá-lo com cuidado, pois seu excesso pode causar diversos efeitos colaterais
Utilizado há décadas com fins medicinais e terapêuticos, o óleo de rícino, extraído da mamona, se mostra cada vez mais versátil. Além das tradicionais utilizações laxativas, o extrato oleaginoso tem mostrado excelentes efeitos na pele, unhas e cabelo.
QUAIS SÃO AS PROPRIEDADES DO ÓLEO DE RÍCINO?
Atualmente o óleo de rícino ficou muito famoso por causa de suas propriedades que aceleram o crescimento capilar e por oferecer outros benefícios para os fios. O óleo também é antifúngico e ajuda a limpar o couro cabeludo, prevenindo sua descamação.

Além disso, ele possui propriedades laxantes, pois estimula a movimentação do intestino. Ainda não há estudos que comprovem isso, mas acredita-se que o óleo de rícino possui propriedades anti-inflamatórias e analgésicas, aliviando diversos tipos de dores.
QUAL É A COMPOSIÇÃO DO ÓLEO DE RÍCINO?
Todas as propriedades já citadas e os benefícios que serão abordados a seguir, só existem por causa dos componentes presentes no óleo de rícino. Seus principais nutrientes são:

Ômega 9;
Ômega 6;
Vitamina E;
Sais minerais;
Além destes, outros componentes do óleo de rícino são os ácidos graxos, como o ácido ricinoleico, ácido linoleico, ácido palmítico e ácido esteárico.

PARA QUE ELE SERVE?
Como funciona o óleo de rícino? É bom para a saúde? Veja mais aqui.


 
O óleo de rícino possui diversas funções e oferece muitos benefícios para os cabelos, a pele, as unhas e o organismo no geral.

CABELOS
Graças aos ácidos graxos e às propriedades do óleo de rícino, os cabelos são muito beneficiados. Descubra para que você pode usá-lo:

Acelerar o crescimento;
Combater a caspa;
Hidratar os fios;
Combater a oleosidade.

Ele também age em outros pelos do corpo e é muito usado para potencializar o crescimento da sobrancelha, dos cílios e da barba.

PELE
Apesar destas funções não serem tão populares, o óleo de rícino também pode fazer muito bem para a pele, em ações como:

Combater a acne;
Hidratar a pele profundamente;
Acelerar a cicatrização;
Hidratar as cutículas.
Como usar
No cabelo
O enfraquecimento e queda do cabelo causados por fungos ou bactérias podem ser melhorados com a aplicação do óleo de rícino. O ideal é diluir o extrato com outros produtos para que sua concentração não interfira na respiração dos poros capilares. Assim, é possível utilizar diariamente o composto.

Se for aplicado sem enxágue, sugere-se mantê-lo mais afastado do couro cabeludo, pois o contato prolongado pode gerar irritação. Além disso, não se deve utilizar secadores, chapinhas, químicos (como tinturas) ou se expor ao sol após a aplicação.

Hidratação profunda
Para nutrir os fios intensamente, pode-se misturar 1 colher do óleo às máscaras hidratantes geralmente utilizadas. Após a lavagem do cabelo, ainda com ele molhado, aplica-se a mistura, deixando que ela aja por cerca de 20 minutos. Depois, basta enxaguar e aplicar o condicionador.

Também é possível utilizar o produto concentrado (puro) a cada 2 semanas, aplicando-o diretamente nos fios e o deixando agir por 2 horas. Recomenda-se o estímulo capilar através da massagem, pois os movimentos auxiliam a circulação sanguínea do couro cabeludo e promovem a selagem das cutículas.

Controle de frizz e reconstrução capilar
Através de um tratamento chamado umectação capilar é possível recuperar os fios, dando um aspecto mais leve, saudável e nutrido aos cabelos. O processo pode ser realizado no couro cabeludo ou somente no comprimento dos fios, repondo os nutrientes, tratando os danos e selando as cutículas.

A umectação capilar consiste na escolha e aplicação de algum óleo 100% vegetal. Devido à consistência mais densa e viscosa do extrato de rícino, o ideal é misturá-lo com outro produto (como óleo de coco) para que seja mais fácil removê-lo. A aplicação deve ser realizada com os cabelos secos, que podem estar sujos ou limpos.

Se a o processo envolver a raiz dos cabelos, o couro cabeludo deve ser massageado para ativar e estimular a circulação sanguínea. Usar uma touca ou enrolar uma toalha ajuda a intensificar a hidratação. Recomenda-se deixar o óleo agir por pelo menos 2 horas e enxaguar bem.

Uma maneira fácil de remover todo o óleo aplicado é condicionar antes de enxaguar os fios. Após isso, o produto vai deixar o óleo de rícino menos viscoso e facilitar a completa remoção.

Ressecamento e caspa
Para realizar um tratamento pontual, aplique aproximadamente 1 colher de óleo de rícino no couro cabeludo e massageie a região com movimentos circulares.

Os movimentos fazem com que o óleo naturalmente seja aquecido e penetre com mais facilidade nos poros do couro cabeludo e nas cutículas os fios.

Deve-se deixar o produto agir por, pelo menos, 2 horas e enxaguar o cabelo, lavando-o normalmente.

Também é possível realizar a hidratação diária colocando 1 colher do extrato de rícino no shampoo e misturando bem. Sugere-se que a lavagem seja feita com a massagem e estimulação do couro cabeludo durante o banho e, em seguida, o enxágue normal para retirar todo o produto.

Fios renovados
Deve-se misturar 1 colher de óleo de rícino a 2 colheres de óleo de argan. O composto deve ser aplicado nos fios durante a noite, deixando sua ação ocorrer até a manhã seguinte.

Para potencializar a hidratação, pode-se enrolar uma toalha na cabeça, ou utilizar um touca, fazendo com que o cabelo fique mais aquecido.

Na manhã seguinte, a lavagem ocorre normalmente. O tratamento pode ser feito, em média, 1 vez por semana.

Na pele
Hidratação profunda
O ideal é misturar o produto a outros óleos naturais, como o óleo de coco ou de amêndoas. A proporção pode ser 1:1, ou seja, pode-se usar uma colher de cada óleo.

Para que o produto atue profundamente, é indicado lavar a pele com água morna ou quente para que os poros se abram, passando uma camada à noite e retirando-o no outro dia. O processo pode ser repetido a cada 15 dias.

Hidratação diária
Adicionar uma colher de óleo de rícino no creme ou loção corporal potencializa a ação do hidratante. A combinação tende a ser mais facilmente absorvida pela pele, que não apresenta um aspecto oleoso e dispensa a necessidade do enxágue.

Pontos extremamente ressecados e ásperos, como calcanhar e sola do pé, podem ser amenizados com a utilização de compressas com o óleo. Para isso, mistura-se o extrato de rícino com outro extrato natural, como o óleo de amêndoas. Umedecendo o algodão, faz-se compressas de 15 minutos por dia.

Amenizar cicatrizes e estrias
A utilização diária do produto auxilia a amenizar e disfarçar cicatrizes e estrias através da hidratação profunda. Para isso, deve-se misturar o produto a outro óleo natural, como o de amêndoas, na proporção de 1:1, ou seja, 1 colher de cada óleo.

O composto deve ser aplicado diariamente sobre a região afetada com a realização de movimentos circulares, que facilitam a absorção e penetração dos óleos na pele.

Em geral, indica-se utilizar o produto a noite, antes de dormir, e lavar a região na manhã seguinte.

Hidratação de peles mistas e oleosas
Apesar da consistência oleosa do produto, o extrato de rícino pode ser aplicado em peles mistas e oleosas sem acentuar o problema.

Para obter os benefícios, ele deve ser misturado com o óleo de girassol ou de coco, numa proporção de 1:5, ou seja, 1 colher de óleo de rícino para 5 de óleo de girassol.

A mistura pode ser aplicada diretamente na pele, incluindo no rosto, com movimentos circulares ou com um algodão umedecido. Aproximadamente 2 horas após a massagem, a pele deve ser enxaguada.

O ideal é que, antes de realizar o tratamento, a pele seja lavada com sabonete neutro e adstringente. No dia seguinte à aplicação, o processo de limpeza deve ser repetido, favorecendo o controle da oleosidade.

Limpeza de pele e acne
O óleo auxilia na limpeza e hidratação da pele, reduzindo também o aparecimento de acnes.

Após lavar o rosto com água quente, que promove a abertura dos poros, deve-se umedecer um algodão com uma pequena quantidade de óleo de rícino e aplicar na pele do rosto ou da região afetada pela acne. Com movimentos circulares e leves, o óleo é estimulado a penetrar nos poros e facilitar a retirada de impurezas.

Após isso, pode-se tirar o excesso de óleo com um algodão limpo e seco ou lavar o rosto com sabonete neutro.

Nas unhas
Para deixar as unhas mais fortes, protegidas e saudáveis, aplique uma camada do óleo uma hora antes de fazer as unhas ou diariamente, no período da noite. O ideal é que se deposite o produto ao longo de toda a superfície e também na cutícula.

A aplicação tem melhores resultados se for feita sem o uso de esmaltes, pois eles formam uma camada e diminuem a penetração do óleo.

Na sobrancelha
Deve-se ter cuidado com a aplicação devido à região dos olhos, que é bastante sensível.

Para aplicar o óleo com cuidado e evitar que ele escorra, pode-se utilizar um tubo vazio de rímel ou adquirir um pincel de sobrancelha em lojas de cosméticos.

No caso da reutilização do tubo, a embalagem e as cerdas precisam ser deixadas de molho e enxaguadas com água abundante, a fim de remover todas as partículas da máscara de cílios.

A pele e a sobrancelha devem ser limpas com algodão e demaquilante, promovendo a higienização correta. Espere, ao menos, 5 minutos antes de aplicar o óleo para que todo o demaquilante evapore ou seque, evitando reações entre os produtos.

Insira uma pequena quantidade do extrato e rícino no tubo vazio ou umedeça o pincel diretamente no óleo, cuidando para que não se acumule em excesso nas cerdas, podendo escorrer pelo rosto.

Com cuidado, aplique o líquido na região da sobrancelha, como se estivesse penteando os fios seguindo a direção do crescimento.

O produto pode ser lavado 2 horas após a aplicação com água morna ou fria e sabonete neutro.

Na barba
A aplicação pode ser feita 3 vezes na semana quando entrar em contato direto com a pele ou até 5 vezes se for aplicado somente nos fios da barba.

O óleo deve ser utilizado em uma pequena quantidade, cerca de 1 colher de sopa, com movimentos circulares.

É necessário que a pele esteja limpa, preferencialmente com sabonete neutro. Também é importante secar bem os pelos, garantindo que a penetração do composto seja eficiente.

Se o óleo for concentrado apenas nos fios da barba, a hidratação pode ser feita antes de dormir e o rosto deve ser lavado no dia seguinte. Se for aplicado diretamente na pele, deve-se remover o extrato após 2 horas, utilizando água morna e sabonete neutro.
Onde comprar
O óleo de rícino para fins estéticos pode ser encontrado em casas de cosméticos, manipulação e produtos naturais.

Já o óleo de rícino medicinal, para uso laxativo, encontra-se em farmácias e deve ser adquirido sob indicação médica. No Consulta Remédios é possível encontrar as melhores ofertas em redes online que entregam por todo o Brasil.

Atenção!

NUNCA se automedique ou interrompa o uso de um medicamento sem antes consultar um médico. Somente ele poderá dizer qual medicamento, dosagem e duração do tratamento é o mais indicado para o seu caso em específico. As informações contidas neste site têm apenas a intenção de informar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um especialista ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Siga sempre as instruções da bula e, se os sintomas persistirem, procure orientação médica ou farmacêutica.

O Passe Digital é um site colaborativo de artigos, e seu conteúdo é de responsabilidade de seus autores. O site Passe Digital não compactua com qualquer prática ilícita, ou com a publicação de conteúdo que viole direitos autorais. Havendo qualquer denúncia acerca dessa postagem, por favor nos informe clicando aqui.
A seguir várias soluções para seu negócio:
E-mail marketingValidação de e-mailsValidação de telefonesAtendimento via WhatsappDivulgação de produtosAnti-SPAMVárias ferramentas de marketing
Fale conoscoComo colaborarQuem somosVersão mobile
Passe Digital - um produto da LinkWS - desde 2016