• Home  
  •   
  • Curiosidades  
  •   
  • CONHEÇA 10 FATOS ESTRANHOS SOBRE A PRIMEIRA VIAGEM À LUA  

CONHEÇA 10 FATOS ESTRANHOS SOBRE A PRIMEIRA VIAGEM À LUA

Publicado em 3 de Dezembro de 2018 às 15h

Veja a lista com dez fatos malucos sobre um dos principais marcos históricos da exploração espacial:

1. Burocracia espacial

De volta ao planeta Terra, a tripulação da Apollo 11 precisou preencher formulários alfandegários. Isso mesmo! Como parte da missão implicava em trazer pedras e poeira lunar, os astronautas tiveram que declarar “seus bens”, ou no caso, sua carga. O documento foi elaborado com base em uma rota de voo saindo de Cape Kennedy, Flórida, indo até a Lua e terminando em Honolulu, no Havaí.

2. Enlouquecendo os ambientalistas

Neil Armstrong e Buzz Aldrin deixaram lixo na Lua. Além de uma embalagem contendo restos de comida e fezes dos tripulantes, também foram descartados diversos utensílios espaciais – a ideia era abrir lugar no módulo lunar para que os astronautas pudessem recolher as pedras e a poeira lunar. Na verdade, uma série de itens foram deixados na superfície lunar, entre eles: medalhas em homenagem aos astronautas da Apollo 1, um disco de silício contendo mensagens “simpáticas” de 73 países e um espécie de "perna" do módulo lunar – ao qual adicionaram uma placa com os dizeres “Aqui os homens do planeta Terra puseram os pés pela primeira vez na Lua. Julho de 1969, AD Chegamos em paz para toda a humanidade.”. Os itens permanecem na Lua até os dias de hoje.

3. A Lua não é para todos

Embora a Apollo 11 tenha partido da Terra com três tripulantes a bordo, apenas dois pisaram efetivamente na Lua. Enquanto Armstrong e Buzz chegaram ao astro no módulo lunar, Collins permaneceu no de comando, orbitando o satélite. Sozinho por mais de 20 horas dentro da cápsula, o terceiro astronauta teria que retornar sozinho à Terra caso os outros dois ficassem presos na Lua – uma possibilidade que aterrorizava Collins. Durante o tempo que permaneceu sozinho orbitando, o tripulante chegou a escrever que o fato de abandonar os colegas, caso necessário, iria assombrá-lo pelo resto de sua vida.

4. Preparado para o pior

O presidente Richard Nixon tinha um discurso preparado caso Armstrong e Buzz não conseguissem voltar da Lua. Pode parecer macabro, mas tudo indicava que as chances disso acontecer eram realmente grandes! O módulo lunar poderia falhar ou não se reconectar ao de comando, causando acidentes ou mesmo deixando os dois astronautas presos no satélite. Inclusive, o discurso pesaroso foi elaborado antes mesmo da caminhada na Lua. Nixon primeiro contataria as esposas de Armstrong e Buzz e depois daria início a sua fala com a seguinte frase: “O destino ordenou que os homens que foram à Lua para explorá-la em paz permaneçam na Lua para descansar em paz.”.

5. Um nome quase sem imagens

Embora Neil Armstrong seja o nome mais conhecido na história da primeira viagem à Lua, a maior parte das fotos da expedição mostra, na verdade, Buzz Aldrin. As únicas imagens em que Armstrong aparece são: uma foto feita por seu companheiro, na qual ele aparece de costas para a câmera, próximo ao módulo lunar; e uma imagem de Buzz, na qual Armstrong aparece no reflexo da viseira do colega.

6. Citação errada

“Um pequeno passo para O homem” ou “Um pequeno para UM homem”? A célebre frase de Armstrong ficou conhecida na primeira forma, “para o homem”. No entanto, o astronauta insiste na segunda formulação. A confusão pode ser explicada quando olhamos para a frase em inglês: “That’s one small steep for a man” – no caso, o ruído do rádio aliado ao sotaque de Armstrong teria “cortado” a pronuncia do “a”, criando a sentença como a conhecemos hoje. Pesquisadores chegaram a formular estudos sobre a questão, realizando experimentos com sotaques similares ao do autor da frase.

7. Bandeira da discórdia

A origem da bandeira americana cravada na superfície lunar permanece um mistério. Pelo menos duas empresas afirmam ser a fabricante do objeto. A própria NASA teria sugerido que a compra da bandeira foi feita na Sears. Como a história nunca foi confirmada, há outras: o engenheiro Jack Kinzler teria dito que a compra foi feita por meio de um catálogo do governo. Verdade ou mito, o detalhe sempre será motivo de discórdia.

8. Sem seguro

Imagine ter a chance de ser o primeiro homem a pisar na Lua, além disso, precisar fazer um seguro de vida. Como os riscos eram muitos, o valor do seguro teria sido tão incrivelmente caro que foi preciso encontrar uma alternativa. A saída foi deixar uma série de autógrafos, que as famílias poderiam vender caso os astronautas perdessem a vida durante a missão. Envelopes assinados nas datas do lançamento e do pouso na Lua valeriam milhões caso o pior tivesse acontecido.

9. Um ritual religioso no Espaço

Religioso, Buzz Aldrin tinha permissão especial para levar pão e vinho a bordo da aeronave e comungar. Pouco antes da primeira caminhada sob solo lunar, o astronauta pediu silêncio à equipe em terra e solicitou que cada um agradecesse aquele marco histórico a sua maneira. A primeira refeição feita na Lua aconteceu após a leitura de uma passagem biblíca, coroando o ritual religioso. Ainda hoje, a igreja da qual Buzz fazia parte celebra o “Domingo da Comunhão Lunar”, em homenagem ao acontecimento.

10. Isolamento

De volta à Terra em 24 de julho de 1969, a tripulação da Apollo 11 foi submetida a um regime de quarentena. Após a missão, os astronautas ficaram em isolamento por três semanas antes de voltarem a ter contato com outras pessoas. Como a Lua ainda era território desconhecido, poderia conter micro-organismos letais ou maléficos à saúde humana. O material coletado pelos viajantes, bem como seus trajes, também foi examinado e monitorado. A precaução só teve fim quatro missões lunares mais tarde: na Apollo 15, a NASA já havia constatado que a Lua era um ambiente estéril.

 

O Passe Digital é um site colaborativo de artigos, e seu conteúdo é de responsabilidade de seus autores. O site Passe Digital não compactua com qualquer prática ilícita, ou com a publicação de conteúdo que viole direitos autorais. Havendo qualquer denúncia acerca dessa postagem, por favor nos informe clicando aqui.
Fale conoscoComo colaborarQuem somosVersão mobile
Passe Digital - um produto da LinkWS - desde 2016