• Home  
  •   
  • Sa?de e beleza  
  •   
  • Coceira nos olhos: confira o que pode ser e como lidar  

Coceira nos olhos: confira o que pode ser e como lidar

Publicado em 18 de Janeiro de 2019 às 19h

A coceira nos olhos é, na maior parte dos casos, um sinal de alergia a poeira, fumaça, pólen ou pelos de animais. Em contato com os olhos, eles levam o corpo a produzir histamina, uma substância que causa inflamação no local, resultando em sintomas como coceira, vermelhidão e inchaço.

No entanto, a coceira também pode indicar o desenvolvimento de uma infecção no olho ou até problemas no funcionamento das glândulas que mantêm a umidade do órgão. Dessa forma, sempre que um incômodo assim demorar mais de três dias para passar, é importante consultar um oftalmologista, identificar a causa e iniciar o tratamento com o colírio mais adequado.

Alergia

O surgimento de coceira nos olhos é quase sempre um sintoma de alergia, seja provocada por comida ou por fatores ambientais, como poeira, pelos ou fumaça — nestes casos, é conhecida como conjuntivite alérgica. Normalmente, é facilmente reconhecida porque o incômodo surge frequentemente após contato com uma substância específica. Por isso, o melhor é ficar longe do alergênio que a está causando.

Este tipo de alteração nos olhos é mais frequente na primavera e no verão, épocas do ano em que existe maior concentração de alergênios no ar. Ela pode ser acompanhada de outros sintomas, como produção excessiva de lágrimas, vermelhidão e sensação de “areia no olho”, por exemplo.

O que fazer: evitar estar em contato com substâncias sabidamente alergênicas e aplicar colírios hidratantes no olho para reduzir o desconforto e aliviar a irritação.

Síndrome do olho secoOutra das causas comuns de coceira é a síndrome do olho seco, quando há uma diminuição na produção de lágrimas. Por isso, o órgão acaba mais irritado e sintomas como vermelhidão e coceira intensa aparecem.

A condição é mais frequente em pessoas idosas, pelo envelhecimento natural do corpo. Mas pode acontecer em pessoas que trabalham em ambientes muito secos, com ar-condicionado ou em frente ao computador. Além disso, pode se manifestar em quem utiliza incorretamente lentes de contato ou faz uso de alguns remédios, como antialérgicos ou pílula anticoncepcional.

O que fazer: a melhor forma de combater os sintomas do olho seco é utilizar lágrimas artificiais durante o dia, para manter o olho hidratado. As compressas de água morna sobre os olhos também ajudam, assim como evitar o uso de ar-condicionado e fazer pausas quando se trabalha em frente ao computador.

Estresse ocularO estresse ocular é uma causa cada vez mais comum de coceira. Ele acontece devido ao esforço excessivo causado por telas de computador e celular, tendo como consequência o cansaço dos olhos. O estresse na região pode provocar dores de cabeça frequentes, dificuldade para se concentrar e cansaço generalizado.

O que fazer: é importante fazer pausas regulares no uso do computador ou do celular, aproveitando para caminhar e descansar os olhos. Uma boa dica é observar um objeto que esteja a mais de seis metros, durante 40 segundos, a cada 40 minutos.

Inflamação da pálpebraQuando se tem um problema que provoca inflamação da pálpebra, como terçol ou blefarite, é natural que os olhos não se mantenham hidratados da maneira ideal. Por isso, sua superfície fica seca e irritada, resultando em coceira, vermelhidão, inchaço e queimação.

O que fazer: uma forma de aliviar a inflamação da pálpebra e diminuir os sintomas é colocar uma compressa de água morna sobre os olhos por um período de dois a três minutos, além de mantê-los limpos e sem remelas. Se os sintomas não melhorarem, deve-se procurar um oftalmologista para avaliar a necessidade de colírio antibiótico, por exemplo.

Uso de lentes de contatoUsar lentes de contato por mais de oito horas por dia pode contribuir para o ressecamento dos olhos e, consequentemente, para o desenvolvimento de coceira na região. Além disso, a higiene inadequada das lentes, especialmente no caso das mensais, pode facilitar o acúmulo de bactérias que acabam infectando os olhos e causando vermelhidão, coceira e formação de remelas.

O que fazer: evitar usar as lentes por mais tempo do que o indicado pelo fabricante, utilizar colírios lubrificantes e manter higiene adequada.

ConjuntiviteAlém de causar intensa vermelhidão dos olhos, remelas e queimação, a conjuntivite muitas vezes provoca coceira. A doença normalmente precisa ser tratada com o uso de antibióticos (quando de origem bacteriana) em forma de colírio, por isso a avaliação de um oftalmologista é essencial.

O que fazer: se existir suspeita de conjuntivite, procure imediatamente um oftalmologista para iniciar o tratamento adequado e evitar o contágio. Para isso, evite coçar os olhos com as mãos, lave-as frequentemente e não compartilhe objetos pessoais como óculos ou maquiagem.

(Com informações do portal Tua Saúde)

O Passe Digital é um site colaborativo de artigos, e seu conteúdo é de responsabilidade de seus autores. O site Passe Digital não compactua com qualquer prática ilícita, ou com a publicação de conteúdo que viole direitos autorais. Havendo qualquer denúncia acerca dessa postagem, por favor nos informe clicando aqui.
A seguir várias soluções para seu negócio:
E-mail marketingValidação de e-mailsValidação de telefonesAtendimento via WhatsappDivulgação de produtosAnti-SPAMVárias ferramentas de marketing
Fale conoscoComo colaborarQuem somosVersão mobile
Passe Digital - um produto da LinkWS - desde 2016