• Home  
  •   
  • Sa?de e beleza  
  •   
  • Você dorme muito? saiba que pode estar com a doença do super sono  

Você dorme muito? saiba que pode estar com a doença do super sono

Publicado em 23 de Novembro de 2018 às 16h

Super Sono

Você dorme demais? levanta cansado? Parece que não dormiu a noite inteira? Dorme por horas e dias a fio? Cuidado você pode estar com a doença do super sono.

Dormir é muito gostoso, principalmente quando se esta muito cansado, depois de um dia de trabalho estressante, e cheio de atividades, tudo o que queremos é chegar em casa, tomar um banho e dormir.

Mas e quando este sono, ultrapassa muitas horas, dias, e quando a pessoa acorda parece não ter dormido nada. Você tem esses sintomas? Então seja muito bem vindo, você pode ser um forte candidato a ter a doença do super sono.

O nome dessa doença na verdade é hipersonia idiopática, atinge duas a cada 100 mil pessoas e sabe-se ainda muito pouco a respeito. mas antes que comece a pensar que esta com hipersonia, fique calmo, somente 1% da população possui essa condição rara, essa doença é comum em mulheres e se manifesta na fase adulta.

O portador da doença consegue dormir ate mais de 24 horas seguidas sem despertar e no caso de hipersonia idiopática sem sono prolongado a pessoa tem um sono de mais ou menos 10 horas, mas com necessidade de vários cochilos por dia, neste ultimo caso é normal o cansaço constante.

Lucy Taylor de 42 anos que mora no pais de Gales, é portadora da doença e para acordar é uma tarefa muito difícil. Ela precisa combinar,despertadores, sacolejos e empurrões de seus familiares para conseguir acordar, alem de mais de 12 remédios por dia, para despertar e se manter acordada. E Mesmo ainda dormindo muito, ela se queixa de que o sono não é revigorante e que é muito difícil acordar.

Lucy relata que o período mais longo que dormiu foi da tarde de sexta feira, ate o domingo a tarde e que mesmo assim acordou como se não tivesse dormido nada. Ela diz que naquele fim de semana não havia ninguém que a pudesse acordar.

“Cheguei em casa do trabalho na sexta-feira por volta das 17h, me deitei, e quando acordei já era tarde de domingo”, detalha Lucy.

Lucy descreve sua doença como algo desesperador, uma verdadeira tortura.

“É quase como estar debaixo d’água tentando chegar à superfície. Quero ser deixada sozinha e dormir”, diz. “É muito difícil lutar contra a necessidade de sono, é muito difícil permanecer acordada e ser uma pessoa funcional”, diz ela.

Sintomas da hipersonia

-Necessidade de cochilar durante o dia, sem sentir-se revigorado depois.

-Pegar no sono enquanto come ou conversa com outras pessoas.

-Dormir durante muito tempo a noite, mesmo quando você já dormiu durante o dia.

A família precisa estar envolvida, para o bem estar da pessoa com esse distúrbio

No caso de Lucy, a família teve de se mobilizar para poder ajuda-la e sua mãe dorme em sua casa durante a semana, para garantir seus medicamento e que acorde no outro dia para ir trabalhar.

“É triste ver Lucy desse jeito. Antes da doença, ela tinha uma boa vida”, diz Sue.

“Se eu estiver aqui, consigo acordar ela a tempo para ela fazer as atividades com a filha. É maravilhoso, mas sem ajuda ela não consegue acordar”, diz Sue.

Isso não é preguiça

Para evitar um bocado de sofrimento e para que o sujeito não seja tachado de preguiçoso é importante entender que isso se trata de um distúrbio onde a pessoa sente necessidade de dormir e não de preguiça. Saber que essa doença existe e como funciona é uma grande ajuda para que as pessoas abracem a causa desse individuo com mais naturalidade oferecendo ajuda real, pois afinal de contas trata-se de uma condição realmente muito seria.

A doença ainda não esta sendo estudada para encontrar uma causa ou sua cura, mas estima-se que para os próximos anos as instituições foquem um pouco mais nessa doença, para tornar a vida de uma pessoa com hipersonia um pouco melhor.

Se gostou desse artigo, deixe seu comentário, siga nas redes sociais e compartilhe com aquela sua amiga que parece a bela adormecida, onde encosta dorme.

O Passe Digital é um site colaborativo de artigos, e seu conteúdo é de responsabilidade de seus autores. O site Passe Digital não compactua com qualquer prática ilícita, ou com a publicação de conteúdo que viole direitos autorais. Havendo qualquer denúncia acerca dessa postagem, por favor nos informe clicando aqui.
Fale conoscoComo colaborarQuem somosVersão mobile
Passe Digital - um produto da LinkWS - desde 2016