• Home  
  •   
  • Sa?de e beleza  
  •   
  • Mau hálito: suas causas e como se livrar desse problema!  

Mau hálito: suas causas e como se livrar desse problema!

Publicado em 6 de Dezembro de 2018 às 10h

O mau hálito (também chamado de halitose) é um problema que pode causar uma impressão ruim quando você fala com alguém de perto, mas muitas pessoas que o têm, desconhecem. Muitos de nós não se atrevem a dizer que o hálito de outra pessoa cheira mal, pois pode soar ofensivo. Mas você sempre pode checar seu próprio hálito. Use estas dicas para evitar situações embaraçosas com um mau hálito.

A solução para este problema é realmente bastante simples e fácil. Você quer se livrar do mau hálito? Higiene bucal adequada, visitar seu dentista uma ou duas vezes por ano, atenção à sua dieta e certificar-se de que você não tem um problema médico que pode ser a causa — tudo isso pode ajudar a fazer o seu hálito cheirar bem.

Mas como determinar se o hálito cheira mal? A maneira mais confiável de descobrir é pedir a alguém que você confia para te dizer. Outra forma, e isso pode parecer desagradável, é o seu fio dental que pode ajudar a revelar o problema. “Se o seu fio dental cheira mal ou há sangue nele após o uso, então há cheiros ruins em sua boca”, diz John Woodall da Woodall e McNeill em Raleigh, EUA.

Segundo a pesquisa, aproximadamente 80% do mau hálito é causado por um problema na cavidade bucal. Cavidades, doenças das gengivas, pequenos pedaços de comida presos em suas amígdalas, e outros problemas podem fazer sua respiração cheirar mal.

Alguns problemas médicos podem ser a causa do mau hálito; diabetes, doenças do fígado, infecções do trato respiratório, bronquite crônica, refluxo ácido e gotejamento pós-nasal estão na lista.

Certifique-se de que você vai ao dentista com bastante frequência. “Você realmente deve se consultar com seu dentista a cada seis meses ou, pelo menos, anualmente”, diz Tina Frangella, dentista da Frangella Dental em Nova York, EUA.

A higiene bucal adequada também é importante. A escovação e o uso do fio dental após cada refeição são recomendados, embora nem sempre seja possível. Frangella também aconselha a escolha de escovas de dentes elétricas em vez das regulares:

Em primeiro lugar, porque muitas escovas de dentes elétricas têm temporizadores e a maioria das pessoas não escova os dentes no tempo correto. E, em segundo lugar, porque as escovas de dentes elétricas distribuem um movimento uniforme, que acredito ajudar a remover a placa de forma mais eficiente do que quando meus pacientes usam escovas de dentes manuais.

Os antissépticos ou antibacterianos bucais também são úteis.

Sua dieta também pode afetar seu hálito. Tente seguir uma dieta saudável se quiser que seu hálito cheire bem. Se você tem um mau hálito, o jejum extremo e uma dieta muito baixa em carboidratos podem ser os culpados. Se você quiser tomar um lanche, opte por cenouras, aipo ou fatias de maçã. “É bom ter um bom vegetal aquoso — algo como o aipo — que ajudará a limpar sua boca de detritos”, diz Frangella. Alho, cebolas e algumas especiarias podem contribuir para o mau hálito, portanto, tente evitá-los.

Abaixo estão outras 6 dicas para te ajudar a se livrar do mau hálito:

  • Beba o suficiente de líquidos — água pura e leite são boas opções — bebidas açucaradas, nem tanto;
  • Limite o consumo de café, escolha chá natural ou à base de plantas, de acordo com Frangella;
  • O tabaco em suas várias formas pode contribuir para o mau hálito, desta forma, tente evitá-lo;
  • O álcool faz com que a boca fique seca, então tente limitar seu consumo também;
  • Mascar goma sem açúcar aumenta a produção de saliva;
  • As balas para mau hálito são de pouca ajuda para este problema — opte por uma goma em vez disso.

Esta publicação é apenas para fins informativos e não se destina a fornecer conselhos médicos. O site Fabiosa não se responsabiliza por quaisquer possíveis consequências de qualquer tratamento, procedimento, exercício, modificação na dieta, ação ou aplicação de medicação que resulte da leitura ou seguimento da informação contida nesta publicação. Antes de realizar qualquer tipo de tratamento, o leitor deve consultar seu médico ou outro profissional de saúde.

O Passe Digital é um site colaborativo de artigos, e seu conteúdo é de responsabilidade de seus autores. O site Passe Digital não compactua com qualquer prática ilícita, ou com a publicação de conteúdo que viole direitos autorais. Havendo qualquer denúncia acerca dessa postagem, por favor nos informe clicando aqui.
Fale conoscoComo colaborarQuem somosVersão mobile
Passe Digital - um produto da LinkWS - desde 2016