• Home  
  •   
  • Curiosidades  
  •   
  • 7 HÁBITOS QUE DESTROEM ATÉ MESMO OS MAIS FORTES RELACIONAMENTOS  

7 HÁBITOS QUE DESTROEM ATÉ MESMO OS MAIS FORTES RELACIONAMENTOS

Publicado em 11 de Outubro de 2018 às 00h

Relacionamentos não são fáceis. É claro que tem o lado positivo, sempre tem, mas manter um relacionamento forte e saudável não é tarefa fácil. Alguns casais tem a sorte e a tranquilidade de um relacionamento forte, mas é importante estar sempre atento para não cair nas armadilhas que destroem qualquer relacionamento.

Muitas pesquisas são realizadas nesse sentido e algumas delas mostrou alguns dos hábitos terríveis, que podem prejudicar qualquer relacionamento. É sobre essas atitudes que vamos falar aqui, para garantir que todos vocês tenham relacionamentos felizes e saudáveis.

Confira agora 7 hábitos que devem ser evitados, pois podem destruir qualquer relacionamento.

1 - Comparações


Comparar com o ex é algo que você já deve ter feito. Se não sabe e sempre faz, pare com isso imediatamente. Não é nada legal ou saudável, para nenhuma das partes. Além disso, ficar comparando e desejando os cenários que você cria na sua cabeça, não é uma boa ideia. As coisas nunca vão parecer boas o suficiente, como você monta em sua cabeça. A melhor atitude é viver o momento da melhor forma possível, o presente, o agora.

2 - Manter as aparências


Muitas vezes, os casais adiam a resolução de um problema porque tem algum compromisso e preferem manter as aparências. Fingir que está tudo bem e apenas seguir. No entanto, priorizar manter as aparências e não solucionar um problema do casal, pode piorar ainda mais a situação e causar problemas ainda piores. Manter as aparências para o próprio cônjuge também não é a melhor alternativa.

3 - Cair na rotina


A rotina da vida a dois pode se tornar cansativa e monótona. As saídas se tornam cada vez menos frequentes, os amigos mais raros e a relação fica cada vez mais "chata". O resultado é que todo domingo vocês acabam deitados no sofá de casa assistindo Domingão do Faustão. O que não é totalmente ruim, mas se isso causa algum desconforto, talvez seja a hora de sair. Um jantar romântico, um cinema ou até mesmo um jantar na casa dos amigos.

4 - Manter o contato


Não estamos falando de trocar mensagens pelo celular durante o dia. Mas sim dos carinhos, abraços e beijos que são essenciais para todas as relações. Todas essas atitudes servem como um lembrete para o parceiro sempre saber que ele é importante, desejado e amado.

5 - Ofensas


Os conflitos sempre surgem, é inevitável. Todo o relacionamento tem suas pequenas desavenças, no entanto, é preciso tomar cuidado nesses momentos de discussões. As palavras ditas podem machucar e isso pode causar problemas maiores e profundos nos relacionamentos. Além de ferir a outra pessoa. É importante sempre pensar antes de falar ou ao menos evitar essas discussões nos momentos mais acalorados.

6 - Dramas


Às vezes estamos chateados com algumas atitudes de nossos parceiros, mas resolvemos isso da forma errada. Usamos do drama e das generalizações para mostrar que a pessoa está errada. O problema é que falar dessa forma pode fazer com que o parceiro se ofenda e entenda mal as coisas. Por isso é importante ter calma e evitar os rótulos e generalizações durante as discussões.

7 - Agressividade


A agressividade não está diretamente relacionada à agressão, mas pode levar a ela. Por isso mantenha sempre a calma, não grite, xingue ou humilhe seu parceiro. Afinal, essas não são atitudes de alguém que diz amar a outra pessoa. Caso você seja vítima de qualquer uma dessas atitudes, tome cuidado e busque ajuda, este não é um relacionamento saudável.

O Passe Digital é um site colaborativo de artigos, e seu conteúdo é de responsabilidade de seus autores. O site Passe Digital não compactua com qualquer prática ilícita, ou com a publicação de conteúdo que viole direitos autorais. Havendo qualquer denúncia acerca dessa postagem, por favor nos informe clicando aqui.
Fale conoscoComo colaborarQuem somosVersão mobile
Passe Digital - um produto da LinkWS - desde 2016