• Home  
  •   
  • Animais  
  •   
  • Número de tigres no Nepal quase dobra em menos de uma década  

Número de tigres no Nepal quase dobra em menos de uma década

Publicado em 27 de Setembro de 2018 às 12h

A vida não era fácil para os tigres-de-bengala, maiores felinos da Ásia, até 2010: a caça ilegal e a perda de 40% do habitat natural em 20 anos dizimou 97% dos animais selvagens em cem anos, limitando a espécie a 3.200 exemplares.

O grave risco de extinção fez com que os 13 países lares desses grandes felinos assinassem um acordo que visava dobrar o número de tigres asiáticos (Panthera tigris) até 2022.


 

Em um dos signatários, o Nepal, a meta deve ser atingida muito antes do prazo: na última segunda-feira (24), autoridades nepalesas anunciaram que o número de animais aumentou de 121 em 2009, para 235 este ano.

Os esforços incluíram quatro mil câmeras de monitoramento e cerca de 600 elefantes, que ajudaram na locomoção por 2.700 km em uma rota pelas planícies no sul do Nepal, por onde vagam esses grandes felinos.

"Este é um resultado de esforços concentrados e unificados do governo junto com a comunidade local e outras partes interessadas para proteger o habitat do tigre e lutar contra a caça furtiva" Disse à AFP Man Bahadur Khadka, diretor-geral do Departamento de Parques Nacionais e Conservação da Vida Selvagem do Nepal.

Essa não é a primeira vez que o plano, que conta com o ator Leonardo DiCaprio como um de seus porta-vozes, dá resultados. Em 20116, o Global Tiger Forum anunciou que a população de tigres selvagens havia aumentado pela primeira vez em mais de um século.

O Passe Digital é um site colaborativo de artigos, e seu conteúdo é de responsabilidade de seus autores. O site Passe Digital não compactua com qualquer prática ilícita, ou com a publicação de conteúdo que viole direitos autorais. Havendo qualquer denúncia acerca dessa postagem, por favor nos informe clicando aqui.
Fale conoscoComo colaborarQuem somosVersão mobile
Passe Digital - um produto da LinkWS - desde 2016