• Home  
  •   
  • Carreira e Neg?cios  
  •   
  • 10 coisas que você deve fazer para expandir seu negócio on-line no primeiro ano  

10 coisas que você deve fazer para expandir seu negócio on-line no primeiro ano

Publicado em 12 de Janeiro de 2019 às 07h

As previsões de negócios indicam que o e-commerce está explodindo, o que significa que agora é o momento perfeito para pequenas startups estabelecerem firmemente suas lojas online. Existem inúmeras táticas para nutrir um novo negócio on-line. Se você está apenas começando, agora é o momento perfeito para garantir que todos os elementos para o seu sucesso on-line estejam em vigor.

Vamos revisar 10 etapas cruciais para aproveitar essa tendência:

1) Segmente com cuidado o público on-line.

O comércio eletrônico depende em grande parte de uma presença on-line de boa reputação e acessível. Para ser reconhecida como tal, você deve estar disponível para aqueles que têm mais probabilidade de perceber. Identifique as características demográficas dos consumidores que se beneficiarão de produtos e serviços relevantes e baseie estratégias de marketing nesses detalhes.


2) Crie conteúdo de alta qualidade e entregue em alta velocidade.

Conteúdos de alta qualidade são descritos como relevantes e envolvem informações que incentivam os visitantes do site a retornar no futuro. O conteúdo deve refletir a marca em tom e estilo e incluir a declaração de missão, os serviços e as políticas da empresa. Deve também oferecer educação na indústria e incentivar a interação com os consumidores. Isso pode assumir a forma de fazer perguntas, cujas respostas podem ser fornecidas nas seções de comentários on-line. A interação também pode ocorrer por meio de pesquisas e concursos.

Mas as empresas baseadas na Internet vivem e morrem por sua visibilidade e credibilidade on-line, e são avaliadas por mais do que apenas consumidores. Eles também são julgados pelos mecanismos de pesquisa, que desempenham um papel importante em conceder credibilidade e visibilidade. No rastro de vulnerabilidades de segurança recentes que geram manchetes nacionais, a hospedagem segura na Web que impede vulnerabilidades é essencial para manter a credibilidade e tempos de carregamento rápidos do site são essenciais para proporcionar uma experiência de usuário positiva, maximizando as conversões de vendas e otimizando de um SEO (search engine optimization) perspectiva.

A Amazon reportou um aumento de receita de 1% para cada 100 milissegundos de melhoria no tempo de carregamento. Além disso, o Google afirmou que as velocidades de carregamento rápido são de fato um fator no algoritmo de classificação. Em resposta, a hospedagem VPS está rapidamente se tornando mais popular entre as novas empresas que buscam maximizar a velocidade do site, em oposição aos serviços de hospedagem compartilhados tradicionais.

3) Personalize o conteúdo.

Os visitantes sabem que experiências únicas e individualizadas são possíveis, e por isso esperam tais características. Aproveite a tecnologia disponível que pode gerar seleções de compras com base em preferências pessoais. Embora alguns dos sites maiores (Google, Apple, Facebook, etc.) possuam aplicativos integrados em seus sistemas que identificam usuários e rastreiam seus movimentos on-line, as pequenas empresas podem se concentrar em soluções de CRM menores. Batchbook, ContactMe e Zoho são perfeitas soluções de software de CRM para pequenas empresas, cada uma custando menos de R$40,00 por mês.

4) Invista em recursos móveis.

O uso de dispositivos móveis pelo consumidor é maior do que nunca, e é por isso que uma plataforma de comércio eletrônico móvel robusta é crucial. As soluções disponíveis incluem sites para dispositivos móveis, sites responsivos, aplicativos, ferramentas de clique para ligar, mapas e notificações em tempo real.

5) Integre canais de vendas.

Permita que os consumidores experimentem a marca de maneira semelhante em todos os canais de interação e métodos de compra. Promoções, produtos, serviços, informações e políticas da empresa devem estar disponíveis on e off-line.

6) Considere a assinatura.

O comércio de assinaturas ocorre de várias formas. Por exemplo, o modelo de reabastecimento permite que um produto seja enviado a um cliente todo mês ou em outra base regular. O modelo de descoberta fornece experiências novas e emocionantes em cada entrega. Estes podem incluir itens personalizados ou raros. Cabe à você decidir qual forma de assinatura funciona melhor para eles e implementá-la em suas estratégias de vendas e marketing. A maioria dos softwares e programas de CRM organiza os dados do consumidor que podem ser usados para delinear e rastrear qual modelo cada cliente prefere e se o cliente se inscreveu ou não.

7) Lembre-se de logística.

A escalabilidade é essencial para o crescimento de um negócio. Para acomodar o crescimento, terceiros como UPS, Nippon Express ou DB Schenker podem depender de gerenciar transações grandes e complexas. Os custos variam de acordo com o tamanho da transação, o tamanho das remessas, a distância que os produtos precisam ser enviados ou a complexidade da transação. A logística de terceiros se torna mais rentável à medida que uma empresa cresce e lida com transações maiores. A logística reversa – o manuseio eficiente das trocas e devoluções de produtos – também é significativa.

Para empresas baseadas na Internet, a velocidade, a segurança e a infraestrutura do site são alicerces importantes não apenas da logística, mas também do SEO. Esses aspectos do negócio on-line se traduzem em melhor visibilidade do mecanismo de busca, resultando em mais tráfego, leads, credibilidade da marca e vendas. Acelerar o seu site é crucial para a logística on-line

8) Ignore os intermediários.

Graças à Internet, as pequenas empresas podem alcançar os consumidores de maneira rápida e fácil. Além disso, os fabricantes estão cada vez mais ansiosos para trabalhar diretamente com as pequenas empresas porque elas percebem que marcas pequenas tendem a trazer produtos novos e inovadores para o mercado – elas são menos limitadas pelo espaço mínimo nas prateleiras e cadeias de suprimentos complexas.

9) Vender produtos somente para internet.

Embora essencial para manter a continuidade em vários canais de vendas, ainda é possível oferecer produtos apenas pela Internet. Ao fazer isso, você cria uma marca exclusiva com o comércio eletrônico como o principal canal de distribuição. Ao oferecer determinados produtos em apenas uma arena, é possível manter um maior controle sobre as margens.

10) Organize uma seleção proprietária.

A seleção proprietária refere-se a uma estratégia dedicada a “curar” uma série profunda, porém estreita, de produtos exclusivos em um segmento específico. Estas áreas dão à mercadoria relevante o fascínio da distinção devido às características originais e a dificuldade de localizar tal seleção em outro lugar.

Um dos principais objetivos de qualquer negócio é o crescimento consistente. Por meio de um planejamento estratégico cuidadoso, campanhas de marketing de qualidade e uma combinação saudável das etapas descritas acima, as conversões provavelmente aumentarão constantemente.

Não existem desculpas quando se quer vencer na vida!

Espero que depois deste post você aplique essas dicas em seu negócio online, e seja mais produtivo caso aja já um negocio ou inicie seu negócio online com um pouco mais de conhecimento sobre o assunto! Eu estou aqui para lhes ajudar.

Um bjão e até o próximo artigo!

Suellen

O Passe Digital é um site colaborativo de artigos, e seu conteúdo é de responsabilidade de seus autores. O site Passe Digital não compactua com qualquer prática ilícita, ou com a publicação de conteúdo que viole direitos autorais. Havendo qualquer denúncia acerca dessa postagem, por favor nos informe clicando aqui.
A seguir várias soluções para seu negócio:
E-mail marketingValidação de e-mailsValidação de telefonesAtendimento via WhatsappDivulgação de produtosAnti-SPAMVárias ferramentas de marketing
Fale conoscoComo colaborarQuem somosVersão mobile
Passe Digital - um produto da LinkWS - desde 2016