• Home  
  •   
  • Notícias  
  •   
  • Aluno do Instituto Federal do ES conquista 1º lugar em Olimpíada Brasileira de Matemática  

Aluno do Instituto Federal do ES conquista 1º lugar em Olimpíada Brasileira de Matemática

Publicado em 30 de Novembro de 2017 às 09h

O capixaba Guilherme Nascimento de Oliveira, de 17 anos, aluno do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), conquistou o primeiro lugar do país na 13ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) - agora unificada e com participação de alunos de instituições particulares.

O resultado foi divulgado nesta quarta-feira (22), mas não foi anunciada a nota alcançada.

Dos cinco primeiros lugares da competição, três são do estado e alunos do Ifes. Ao todo, a competição teve mais de 18 milhões de inscritos, divididos em três níveis, sendo o nível 1 para alunos do 6º e 7º ano; nível 2, alunos do 8º ou 9º ano; e nível 3 para qualquer ano do ensino médio.

O estudante já havia conquistado uma das 100 medalhas de ouro da edição de 2016 da competição, que são distribuídas aos participantes com os 100 melhores resultados. Mas, dessa vez, ele teve a melhor nota da disputa, empatado com um estudante de uma escola estadual de São Paulo.

Guilherme participa de olimpíadas desde os 10 anos de idade e disse que a inspiração para se dedicar aos estudos veio dos pais, que são professores.

“Desde pequeno, eu sempre estudei muito. Meus pais sempre incentivaram no estudo da matemática, mas eu não esperava o primeiro lugar”, declarou.

Para se preparar para as competições, o estudante conta que estuda de três a quatro horas por dia e usa a maior parte do tempo para fazer exercícios.

“Existem algumas matérias que não são estudadas no ensino médio, mas que caem nessas provas. O que eu faço, principalmente, são exercícios. Eu costumo estumo estudar o que der, não tenho tempo cronometrado, mas, em geral, dá umas três, quatro horas”, falou.

Além da olimpíada de matemática, Guilherme já ganhou medalhas em competições de astronomia, geografia, química e física. “Desde os 10 anos, eu comecei a participar de tudo que eu pude, até de olimpíada de geografia. Mas eu gosto mesmo é da área de exatas”, falou.

Apesar de amante dos números, o adolescente, que está no terceiro ano do ensino médio (penúltimo do Ifes), ainda não sabe para que curso vai prestar vestibular no final do próximo ano. “Eu só sei que quero a área de exatas”, comentou.

A premiação da Obmep deste ano acontece somente no final de 2018.

 

Família orgulhosa

 

A mãe de Guilherme, Aurelia Nascimento, contou que, apesar da surpresa pelo primeiro lugar do país, o menino sempre foi muito estudioso e dedicado.

“Desde o enino fundamental, ele se destaca. No 7º ano, ele foi medalha de bronze na Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM). De lá para cá, ele acumula um arsenal de medalhas”, falou.

Apesar da disciplina, Aurelia disse que o menino nunca deixou de sair com os amigos. “Ele tem um cronograma de estudos a seguir, mas passeia bastante, vai ao cinema. A questão é que ele é muito disciplinado”, disse.

Segundo a mãe, o fato de ela e o pai de Guilherme serem professores serviu como exemplo para o crescimento do filho.

“Ele é um menino muito do bem. Tudo o que acontece com ele é merecido, mas acho que exemplo é a palavra-chave, já que eu e o pai somos professores e ele sempre nos viu estudando. Para ele, estudar é diversão”, declarou.

 

Ifes

 

A pró-reitora de Ensino do Ifes, Adriana Pionttkovsky Barcellos, comemorou o resultado dos alunos da instituição, que compõem três dos cinco primeiros lugares.

"Os resultados que os estudantes do Ifes alcançam são fruto de um trabalho comprometido com uma educação pública de qualidade. Atuamos para oferecer espaços de aprendizagem inclusivos, dinâmicos e que potencializam os interesses e possibilidades de nossos alunos. Com uma equipe qualificada, que aposta na formação, e com estudantes que assumem a proposta do Ifes, o resultado que vemos são conquistas como essas”, declarou.

Fonte: G1 Globo 

O Passe Digital é um site colaborativo de artigos, e seu conteúdo é de responsabilidade de seus autores. O site Passe Digital não compactua com qualquer prática ilícita, ou com a publicação de conteúdo que viole direitos autorais. Havendo qualquer denúncia acerca dessa postagem, por favor nos informe clicando aqui.
Fale conoscoComo colaborarQuem somosVersão mobile
Passe Digital - um produto da LinkWS - desde 2016