Por que os orientais têm olhos puxados?

Publicado em 13 de Novembro de 2017 às 13h

Inteirando-se do assunto

Este planeta que chamamos de terra é extremamente vasto e cheio de diversidade, dentre vários povos, os orientais se destacam em sua cultura milenar, repleta de disciplina nas artes marciais, na atualidade também se destaca em desenvolvimento de tecnologia.

Não é preciso já ter visitado a Ásia ou ter amigos vindos de países como o Japão e China para identificar logo de cara quando uma pessoa é descendente de orientais ou veio daquela parte do mundo.

Em meio a tantas informações culturais ainda surge uma dúvida um tanto supérflua: Por que os orientais têm os olhos puxados?

Entenda o porquê

“Olhos puxados” seria a forma coloquial se se dizer. O termo correto é fenda palpebral ou seja, o espaço entre a pálpebra superior e a inferior.

Esta característica está diretamente relacionada a origem do povo oriental. Os mongoloides são os ancestrais do povo oriental, eles viveram numa área gelada no norte da Ásia durante o fim da última era glacial, há 10 mil anos. Nestas condições de frio extremo, eles precisavam proteger os olhos contra a luz solar que chegava à superfície da Terra.

Segundo especialistas, a radiação ultravioleta refletida pela neve pode causar cegueira momentânea, catarata e lesões de retina. Com os olhos puxados, os povos orientais ficavam mais seguros e garantiam a sobrevivência na seleção natural da vida.

Para alguns pesquisadores a explicação para o sucesso dos povos de olhos puxados na seleção natural. Isto é, aquelas pessoas que tinham essa proteção sobreviveram melhor e passaram seu gene para seus descendentes. Assim em milhares de anos de evolução, o olho puxado se tornou uma “marca” para os povos orientais. Vale ressaltar, que mesmo com a fenda palpebral muito reduzida, os orientais enxergam normalmente.

Para finalizar

A diversidade cultural representa as distintas culturas que existem no planeta. Como cultura compreende-se o conjunto de costumes e tradições de um povo transmitidas de geração em geração. Sendo assim, o que diferencia uma cultura das outras são os elementos constitutivos que consequentemente compõem o conceito de identidade cultural, ou seja, o indivíduo pertencente àquele grupo se identifica com os fatores que determinam sua cultura.

Imagine encontrar a mesma culinária, religião, dança ou aparência em todos os lugares que você fosse. Seria muito monótono, não acha? É por isso que a diversidade cultural deve ser respeitada e valorizada como uma oportunidade de conhecermos diferentes formas de expressão.

O Passe Digital é um site colaborativo de artigos, e seu conteúdo é de responsabilidade de seus autores. O site Passe Digital não compactua com qualquer prática ilícita, ou com a publicação de conteúdo que viole direitos autorais. Havendo qualquer denúncia acerca dessa postagem, por favor nos informe clicando aqui.
Fale conoscoComo colaborarQuem somosVersão mobile
Passe Digital - um produto da LinkWS - desde 2016