ESCORPIANO E SEU JEITO DE SER

Publicado em 13 de Setembro de 2017 às 08h

A astrologia classifica os nativos deste signo, como pessoas inteligentes, arrojadas e que não temem obstáculos, podendo-se tornar cruéis com quem atravesse seu caminho. Pessoas pertencentes a esse signo são tidas como muito fiéis, sendo capazes de carregar um trem por seus amigos, mas utilizam-se do mesmo trem para passar por cima quando necessário. Segundo a astrologia, ainda, seriam bons líderes de grupo. Altamente sensuais e sexuais. Apaixonados, emotivos e de grande fragilidade emocional disfarçada.

Isto pode significar ser uma força dominante na família e no local de trabalho ou alcançar o cume da realização criativa. A regência de Plutão acentua os aspectos de força, sexualidade, escuridão, profecia e profundidade do Escorpião, enquanto o co-regente Marte empresta-lhe dinamismo e comando, talvez também beligerância. O Escorpião é muitas vezes uma pessoa séria, e quem já sentiu sua ferroada sabe que não pode ser facilmente ignorado. Entretanto, em geral não busca confrontação, mas reserva suas armas para serem usadas na autodefesa.

Nenhum outro signo tem sido mais difamado do que o Escorpião e, de fato, muitos nativos deste signo, foram injustamente taxados de traiçoeiros, manipuladores e demasiadamente sexuais. Na verdade, o Escorpião tem uma relação íntima com o mundo do inconsciente. Além disso, os temas da morte e do renascimento desempenham papel importante em sua vida, muitos parecem passar por um árduo, às vezes angustiante, processo de transformação e metamorfose em sua personalidade.

De um modo geral, o Escorpião carrega consigo uma compreensão instintiva da natureza altamente séria e trágica da vida. Portanto, suspeita de filosofias, panaceias, optimismo indevido e atitudes superficiais ou fulgurantes. Por outro lado, em geral excelente senso de humor e mostra uma compreensão madura das ironias da vida. Mais do que a maioria, precisa prestar atenção em tendências autodestrutivas e no comportamento excessivamente controlador, no apego e na inabilidade geral de abandonar vínculos de toda natureza, seja a pessoas ou ideias.

O Passe Digital é um site colaborativo de artigos, e seu conteúdo é de responsabilidade de seus autores. O site Passe Digital não compactua com qualquer prática ilícita, ou com a publicação de conteúdo que viole direitos autorais. Havendo qualquer denúncia acerca dessa postagem, por favor nos informe clicando aqui.
Fale conoscoComo colaborarQuem somosVersão mobile
Passe Digital - um produto da LinkWS - desde 2016