• Home  
  •   
  • Animais  
  •   
  • Como cuidar de cachorro idoso  

Como cuidar de cachorro idoso

Publicado em 24 de Novembro de 2018 às 12h

Descanso

Uma das formas de cuidar de um cachorro idoso é garantir que o local onde ele dorme é confortável. Evite mantê-lo em locais úmidos e frios ou em locais demasiado quentes. Acesse esse artigo e descubra como saber se meu cão está com frio. A sua caminha deve ser colocada num local quente, sem vento e de acesso fácil. As superfícies muito ásperas ou duras podem provocar calos que infeccionam, por isso garanta que o acolchoamento é alto.

Se o pet está acostumado a dormir ou a pular na sua cama, saiba que na velhice o impacto do salto pode ser perigoso e doloroso. reeduque o seu cachorro para ficar numa cama de cachorro ou crie uma forma de suavizar a subida/descida da cama.

Dica: Construa uma escada para a cama usando travesseiros e caixas de papelão para suavizar a descida.

Escadas

Os sistemas sensoriais, o equilíbrio e a visão de um cachorro sofrem grandes dificuldades quanto ele atinge a velhice. Se a sua casa tem escada, o seu amigo corre perigo de cair ou se machucar. Impeça a passagem por zonas em que ele pode se ferir com portões ou cancelas nas extremidades. Isso garante a segurança do seu pet e causa menor esforço quando ele quiser perseguir você.

Exercícios e passeios

Se o cão está acostumado a brincar com você e a fazer truques, não pare porque ele está envelhecendo. Ele vai gostar de ser tratado do mesmo jeito, mesmo que alguns jogos sofram pequenas adaptações.

Não limite os passeios, simplesmente mantenha um passo mais lento. Os cachorros velhinhos gostam de passear, só com uma velocidade menor. Se ele sempre puxava a guia, ele agora vai se habituar a caminhar a seu lado. Em dias muito quentes ou muito frios, evite o passeio.

Higiene

A higiene de um cão idoso é muito importante. Os banhos são bem-vindos, mas sem exagero. Eles removem a oleosidade natural dos cachorros que os protege de infeções e fungos. Os cachorros de pelo longo devem ser penteados todos os dias para distribuir esse óleo. Além de melhorar a saúde do pelo, a massagem melhora a circulação sanguínea. Escovar o animal também ajuda a manter a sua saúde controlada, sendo possível identificar problemas como parasitas ou tumores.

Anticorpos

A vacinação do cão idoso é tão importante como a humana, pois nesta fase o corpo fica mais fragilizado e não se consegue defender dos vírus. A vacinação cria anticorpos que o protegem, por isso garanta que o animal é vacinado.

A balança

Alguns cães idosos necessitam de dietas especiais. Como eles são menos ativos, a sua necessidade de energia diminui e o alimento deve ser adaptado. Consulte o seu veterinário e peça para ele recomendar uma dieta adequada ao seu companheiro.

Veterinário

Levar o animal idoso ao veterinário é muito importante. Ele deve ser consultado com maior frequência nessa fase, pois existem muitas doenças típicas da velhice canina. Problemas nos rins e no coração e câncer são um exemplo, e podem ser facilmente identificados com um exame de urina. Aposte nos exames de rotina do seu cachorro e garanta que a saúde dele está sendo controlada.

Atenção e amor

Um das melhores fórmulas para cuidar de um cão idoso é garantir que ele tem a atenção e o amor necessários antes de partir. Procure sempre identificar os sinais vitais normais dos cachorros para garantir que ele está bem. Além disso, retribua todo o amor que o seu cão lhe ofereceu durante a sua vida com doses extra de carinho. Ele agradece!

O Passe Digital é um site colaborativo de artigos, e seu conteúdo é de responsabilidade de seus autores. O site Passe Digital não compactua com qualquer prática ilícita, ou com a publicação de conteúdo que viole direitos autorais. Havendo qualquer denúncia acerca dessa postagem, por favor nos informe clicando aqui.
Fale conoscoComo colaborarQuem somosVersão mobile
Passe Digital - um produto da LinkWS - desde 2016